Início Contato Resenhas Parceiros

11 agosto 2013

Resenha do livro Coração de Tinta - Cornelia Funke

Autora: Cornelia Funke
N° de páginas: 456


Acredito que todos aqueles cujo em seus corações haja um sentimento especial pelas letras escritas com papel e tinta, devem ler este livro.
Coração de tinta expressa esse enorme amor e carinho que nós leitores sentimos por esses amigos feitos de papel.
Imaginem se seus heróis saíssem das suas histórias preferidas e você pudessem conversar com eles durante longas horas enquanto saboreiam um chocolate quente.
Foi exatamente isso que eu fiquei pensando quando terminei essa doce leitura.
Mo é o pai de Meggie, uma menina de apenas doze anos, mas que apesar de pequenina, tem um apetite voraz por livros e suas magias escritas com letras de forma.
Eles degustam juntos de boas leituras e do amor pelos livros, como Mo é um “médico de livros”, eles estão sempre viajando e se mudando. Para Meggie tudo bem, ela não se importa de estar sempre a se movimentar e não criar raízes, pois Mo está sempre lá e ele é toda estrutura que ela precisa.


Um belo dia eles recebem a visita de Dedo Empoeirado, e, é aí que tudo começa a fazer sentido na cabeça da pequena Meggie.
A princípio, ela não entende porque aquele ser de nome e aparência tão estranhas chama seu pai de Língua Encantada, mas acontece que ela vai descobrir que Mo tem o dom mais cobiçado entre os leitores de todo o mundo, ele pode trazer dos livros os personagens que nele habitam.
Mas tudo na vida tem seu preço, e o dom de Mo cobrou o seu da pior maneira possível. Foi um preço tão alto que Mo jurou jamais ler em voz alta novamente.

Mas antes que Mo silenciasse a sua mágica voz, ele já tinha trazido de Coração de Tinta os vilões Capricórnio e Basta, acompanhando esta dupla do mal ele trouxe o malabarista do fogo Dedo Empoeirada, que se tornou um personagem inesquecível para mim.


Eu devo dizer que a história se desenrola numa nuvem de livros, a cada capítulo nos traz um trecho de outros livros e você fica com vontade de ler todos eles. Já coloquei vários na minha lista de livros para comprar.
É simplesmente fantástico a forma como a autora desenvolve a trama expressando esse cuidado e afeto pelos livros, eu fiquei encantada do início ao fim.

Tem um personagem que eu também não poderia deixar de citar nessa resenha que é o Fenoglio, foi ele quem criou o Coração de Tinta de onde saíram Capricórnio, Basta e Dedo Empoeirado.
Esse simpático e carismático velhinho me cativou com suas frases e esperanças quanto a seus próprios personagens.

Temos também a Elinor, tia de Meggie. Ela é a mais fissurada em livros da história e quanto mais eu lia sobre a sua incrível biblioteca, mais eu desejava ter um espaço assim.


Me atrevo a dizer que Coração de Tinta se tornou uma das minhas leituras preferidas e que estou me sentindo carente depois de termina-lo. Existem mais dois livros que o acompanham: Sangue de Tinta e Morte de Tinta. Eu ainda não os tenho, mas sem dúvida não demorarei a adquiri-los.
Eu li algumas resenhas sobre eles e vi que as opiniões estão divididas, alguns gostaram muito da leitura, mas tem gente que acha que a história poderia ter acabado em Coração de Tinta.
Eu irei me arriscar, pois eu preciso ler um pouco mais sobre esse mundo repleto de seres mágicos, fadas, duendes e muito mais.

Vou deixar registrado aqui um dos trechos que eu mais amei do livro. Se você não quiser ler pule o texto abaixo ok?


“Quando você leva um livro numa viagem, dissera m Mo quando ela pôs o primeiro no baú, acontece uma coisa estranha: o livro começa a colecionar lembranças. Depois basta abri-lo, e você já está de novo no lugar onde o leu. Tudo volta, já nas primeiras palavras:  as imagens, os cheiros, o sorvete que você tomou enquanto o lia... Acredite, os livros são como papel pega-moscas. Não existe nada melhor para grudar lembranças do que páginas impressas.



Para quem quiser, também tem o filme que foi inspirado no livro. Vale a pena lembrar que foi inspirado, e não é de forma alguma um retrato exato do livro, mas é bem legal também.
Eu gosto muito do ator que faz o papel do Mo, apesar de não consegui enxergar a pequena Meggie nessa atriz.







Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguir por e-mail

© Letras da Nana - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Mariana Teixeira.
Tecnologia do Blogger.