Início Contato Resenhas Parceiros

03 agosto 2013

Resenha de A Guerra dos Tronos - George R. R. Martin




Eu pensei bastante antes de ter coragem para escrever essa resenha.
Primeiro porque acho muito difícil conseguir passar tudo o que essa obra me fez sentir sem dar spoiler para vocês, mas acho que consigo.
Guerra dos Tronos é o primeiro volume das Crônicas de Gelo e fogo.
O autor George R. R. Martins conseguiu, na minha humilde opinião, dar um novo panorama ao que diz respeito a histórias desse gênero.
Cada capítulo tem o nome de um personagem e você acompanha a história pelo que está acontecendo com o personagem e a volta dele naquele momento.
A trama é a seguinte: Existe um rei chamado Robert que é o rei de toda a Westeros.
Logo no início a gente descobre que Robert tomou o trono do rei dragão, esse rei dragão era conhecido como rei louco e vinha de uma linhagem chamada Targaryen.
Essas linhagens são os nomes das casas a qual pertencem, são nomes de famílias. Os Targaryen dominaram Westeros quando chegaram montados em seus dragões, mas no tempo do início do livro, os dragões já não existem mais, é como se tivessem sido extintos.
Enfim... O rei louco é fruto de um incesto, assim como todos os Targaryen, pois eles só casavam entre si para preservar a linhagem.
Como o nome diz, ele era louco, de forma que estava tocando o terror no reino e os senhores protetores dos territórios resolveram fazer uma rebelião para destrona-lo.
Nessa rebelião o Robert da casa Baratheon acabou virando o rei.
O melhor amigo de Robert é o Eddard Stark, também conhecido como Ned, o protetor do norte.
O livro começa com o Robert pedindo pro Ned virar mão do rei e isso irá se tornar um grande, muito grande mesmo, problema para os Stark durante todos os livros.
O Ned tem 3 filhos e 2 filhas legítimos e um bastardo, o Jon Snow, que é um dos meus personagens preferidos.
Tem muito mistério que envolve o Jon e eu tenho uma teoria de quem pode ser a mãe dele, porque já estou no livro 4 e isso ainda não foi revelado.
O legal desse livro são as intrigas políticas, quando o Ned chega a Porto Real, ele começa a ver a podridão que cerca o rei.
O próprio Robert se deixou corromper depois que colocou a coroa na cabeça e o Ned vai começar a mexer em coisas que deveriam ficar por debaixo dos panos, isso obviamente, vai trazer muito problema para os Stark.
O Ned tem um código de honra muito forte e isso chega a ser irritante em alguns momentos.
Em Porto Real também vamos encontrar personagens como o Mindinho, que é o mestre da moeda. Eu acho que de todos, ele é o personagem mais inteligente.
O Ned leva as duas filhas dele para Porto Real, a Sansa e a Arya, apesar de serem irmãs, as duas são completamente diferentes. Arya tem o espírito aventureiro e sonha em ser um cavalheiro, enquanto Sansa é o que podemos chamar de patricinha.
Quando Ned sai de Winterfell e vai para Porto Real com as filhas, ele deixa a esposa, o filho mais velho Rob e os dois mais novos Bran e Rickon lá.
O bastardo Jon Snow segue um caminho diferente e vai se juntar a patrulha da noite. Há muita coisa legal sobre a patrulha da noite e as aventuras que Jon terá depois de deixar Winterfell e seguir para lá são uma das melhores coisas que tem no livro.
Os bastardos são muito menosprezados e com Jon não foi diferente, apesar do Ned sempre tratar ele como filho, a esposa dele fazia a vida de Jon bem difícil.
Um aviso para quem ainda não leu o livro nem viu o seriado é não se apegar a personagem nenhum, prepare o coração e a cabeça.



Existem intrigas de explodir a cabeça nesse livro, mas após lê-lo é bom já ter os próximos em mãos, pois você fica cada vez mais viciado.
Eu não podia deixar de falar na casa Lannister. Em Guerra dos Tronos eles parecem os vilões, exceto o Tyrion, que é o anão.
Eu aprendi muita coisa com o Tyrion e ele é de longe um dos personagens principais dessa saga. Ele usa os defeitos dele para se tornar mais forte, as dificuldades em aprendizado. Ele é o cara.
Mas os Lannister no geral são muito ambiciosos e eles são a casa mais rica da trama.
A própria rainha, a esposa de Robert que se chama Cersei, é uma Lanister e ela é tão cega pelo poder quanto o pai.
Também não posso deixar de falar da Dayenerys. Ela é uma das ultimas sobreviventes da família Targaryen e a história dela corre paralela a história dos demais que estão em Westeros.
Com o passar do tempo ela vai amadurecendo, mas ela está nas terras do outro lado o oceano, bem longe de Westeros.
Eu queria dizer muito mais coisa, mas se continuar vou acabar dando spoiler.

Quem quiser uma resenha mais completa com alguns spoilers me diz aí nos comentários que eu escrevo uma.

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguir por e-mail

© Letras da Nana - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Mariana Teixeira.
Tecnologia do Blogger.