Início Contato Resenhas Parceiros

06 janeiro 2014

#Resenha: Marcada - P.C. Cast e Kristin Cast - Série: House Of Night


Autoras: P.C. Cast e Kristin Cast - Série: House Of Night
N° de páginas: 328
Editora: Novo Século
Você vai conhecer um mundo parecido com o nosso, exceto pelo fato de que nele os vampiros sempre existiram e convivem tranquilamente com as pessoas normais. No primeiro volume, Marcada, Zoey, uma garota de 16 anos, acaba de receber uma marca que vai transformar a sua vida por completo. Zoey terá que se afastar de seus amigos e de tudo aquilo que fazia parte da sua vida até então. A menina vai se transformar em vampira e usufruir de poderes que ela nem imaginava possuir. Mas para isso ela precisa suportar o difícil período de transformação, caso contrário morrerá.



Olá leitores!!

Hoje venho com a resenha de um livro que li há uns bons seis meses.
Foi antes de criar o blog e talvez por isso, eu ainda não tenha resenhado o mesmo.
Enfim... Como estou participando do desafio de ler 5 livros até o dia 5 de fevereiro, eu selecionei um livro que é continuação da série.
Marcada, é o primeiro livro da série House Of Night.
Mesmo tendo um bom tempo que li, não é difícil lembrar da história.


Não que eu morra de amores por essa série, mas não é uma história complexa que exija muito esforço para entender.

Nós temos a Zoey, uma adolescente mortalmente comum do ensino médio que já nas primeiras páginas do livro, é marcada como vampira.

Nesse universo, os vampiros são identificados na adolescência e recebem uma marca na testa. É como se um gene começasse a ser expressado e faz com que a pessoa seja vampiro mesmo tendo uma vida normal até a data em que a marca chega.

Não vou deixar meu lado bióloga falar mais alto aqui e apontar as impossibilidades científicas da história.

A Zoey tem vários problemas com a mãe e o padrasto, de certa forma, ser marcada foi até algo bom para ela, assim ela pode sair de seu convívio familiar e ir morar na Morada da Noite, escola onde os novatos vampiros estudam.

Nesse universo, os vampiros são lindos, atléticos e tudo de bom que há, mas nem sempre alguém que é marcado consegue chegar ao fim da transformação, como alegam ser algo biológico, o corpo pode rejeitar toda essa mudança.




Minha versão é dessa edição especial que veio os 3 primeiro volumes da série em cores diferentes.

As autoras, sim são duas, mãe e filha, tentaram misturar uma espécie de culto a uma deusa indígena que se mistura também com alguns elementos pagãs a mitologia dos vampiros.

Então na escola a Zoey percebe que não é uma novata comum, ela já tem a marca da tal deusa bem desenvolvida na testa e é como se ela fosse escolhida para ser sua sacerdotisa no futuro.

A mentora dela, Neferet, uma vampira poderosa e também a grande sacerdotisa, a ajuda a entender os detalhes desse novo universo.

Nessa nova escola, ela faz novos e bons amigos, mas também encontra algumas pessoas bastante desagradáveis em sua trajetória.

 Enfim... É uma história que envolve mentiras, misticismo, sobrenatural, romance e adolescentes com libido descontrolado. (Sério, alguém devia pôr um sinto de castidade nessas crianças ou uma rolha na boca delas, porque a quantidade de abobrinha que eles falam é demais.)

Eu achei legal o livro, mas só isso, não tem nada de incrível e em alguns momentos foi bem irritante.

Na próxima resenha, Traída, que é o segundo livro da série, eu vou explicar alguns elementos que são bem irritantes nessa história.

~> Eu pulei a maior parte que fazia referência aos rituais deles, pois achei muito ZZZZzzzzZZZZZZ. A proposta do livro é sobre uma escola para treinar novos vampiros, mas em alguns momentos, eu tive a impressão de estar estudando a cultura Wicca. Nada contra, mas não era isso que eu esperava da leitura.



Beijos da Nana!

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguir por e-mail

© Letras da Nana - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Mariana Teixeira.
Tecnologia do Blogger.