Início Contato Resenhas Parceiros

05 maio 2014

Resenha: Os Instrumentos Mortais. Vol. 2 - Cidade das Cinzas - Cassandra Clare


Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau... e também o pai de Clary e Jace.Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar — e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai?


Olá Leitores!

Cá estou mais uma vez para encher a cabeça de vocês com um de meus vícios.
Tem pouco tempo que postei a resenha de Cidade dos Ossos, o primeiro volume da série Os instrumentos mortais.
Bom... Acho que tem pouco tempo, to meio perdida...

Enfim...
Hoje eu vim com a resenha de Cidade das Cinzas, o volume dois dessa série maravilhosa.

Como de costume. Dê play e se deixe levar pela trilha sonora que escolhi para acompanhar todas as minhas resenhas dessa série...
 

  OBS: Esta resenha contem spoilers sobre o vol. 1, Cidade dos Ossos.  As partes de cor mais clara são spoiler, são poucos, mas se não gosta de spoiler, faz o favorzinho de pular  e depois não diga que não avisei. 

Em Cidade das Cinzas, já conhecemos nossos mocinhos e vilões. Sabemos de suas fraquezas, ou uma parte delas, suas personalidades e desejos. Só se passou uma semana desde os acontecimentos do primeiro livro, então estão todos ainda com os sentimentos a flor da pele... Para ajudar a melhorar ainda mais o clima tenso. Conhecemos novos personagens que só haviam sido citados no livro um.

-> Maryse: a mãe do Alec e da Isabelle. Eu gostei muito da personagem. Ela age com frieza, mesmo quando tem sentimentos envolvidos. Ela pensa sempre no fim e tenta conduzir o meio.

 - > Robert: Pai do Alec e da Isabelle. Não sei bem o que achar sobre ele já que o personagem não foi ainda bem desenvolvido, mas parece ser um homem duro.

 - > A Inquisidora: Não tenho palavras para expressar o quanto detestei essa mulher desde o início até entender os motivos que a levaram a ter uma personalidade tão repudiante. Agora que sabe sua verdadeira origem, Clare tem que impedir Valentim de dar seguimento com seu plano mirabolante de sobrepujar a Clave e reunir todos os instrumentos mortais.

 No livro um, o grande astro é o cálice mortal, já no livro dois, conhecemos mais sobre a espada mortal. Eu gostei muito da mitologia que a autora criou ao redor dos artefatos e fui ficando cada vez mais curiosa para saber como surgiram e para que cada um deles servia.

 O Simon que estava bem chatinho no início da história, amadureceu como que da noite para o dia e ganhou meu respeito.


 Agora o Jace... Ahhh o Jace. Simplesmente meu personagem preferido. Eu sofri junto com ele e me diverti com suas respostas sempre afiadas. Mesmo quando tudo está um caos ele consegue trazer um tom de leveza para a história com aquele jeito bad boy despreocupado de ser.

 Enfim... Estou devagando...

 Não posso terminar essa resenha sem dizer que pela primeira vez encontrei uma história que me fez sentir algo que não fosse encantado pelas fadas.
  Tem um momento em que eles precisam ir encontrar a rainha das fadas, para isso vão até o mundo delas e eis que as fadas não são tão fofinhas e bondosas quanto eu imaginava. Foi uma das partes que eu mais gostei desse livro!!!

 Só mais um detalhe... Acontece algo no final do livro um que me fez enlouquecer a correr atrás de spoiler como se minha vida dependesse disso. Apesar de descobrir a verdade e ficar um pouco mais tranquila, os personagens ainda não sabem a verdade no livro dois.
O que é totalmente torturante.









Cidades das Cinzas é tão querido que fez até amizade com a mini Nana. <3

















Eu já li o vol. 3, Cidade de Vidro, que me surpreendeu e manteve minha euforia com a série. Hoje recebi esse e-mail... O Vol. 4 e 5 estão chegando para a alegria da Nana!!!!







Beijos da Nana!

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguir por e-mail

© Letras da Nana - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Mariana Teixeira.
Tecnologia do Blogger.