Início Contato Resenhas Parceiros

16 janeiro 2015

Resenha - Sangue de Tinta - Cornelia Funke

Título: Sangue de Tinta
Editora: Seguinte
Autora: Cornelia Funke
N° de pág. 552


Sangue de tinta dá seguimento à aventura de Meggie e seu pai, Mo, um encadernador de livros que tem o estranho dom de dar vida às palavras dos livros que lê em voz alta, fazendo seres das histórias surgirem à sua frente como que por mágica. No primeiro volume da trilogia Mundo de Tinta, a língua encantada de Mo traz à vida alguns personagens de um livro chamado Coração de tinta, e acaba mandando para dentro da trama a mãe da menina.Agora, neste segundo episódio, Meggie dá um jeito de entrar ela mesma no mundo fictício de Coração de tinta, onde tem o prazer de encontrar fadas, príncipes e saltimbancos que dançam com o fogo; e o sofrimento de acompanhar as artimanhas de vilões cruéis e sem misericórdia. Uma jornada sombria, repleta de fantasia e aventura.

Olá leitores.

Já tem bastante tempo que eu postei a resenha de Coração de Tinta que é o primeiro livro da trilogia Mundo de Tinta, na verdade já tem bastante tempo que eu não posto nada no blog...

Eu li Sangue de Tinta em setembro ou outubro de 2014 e só agora deu para fazer a resenha.

Sendo bem sincera, eu achava que ia me decepcionar com esse livro. Uma amigo me falou que a Cornelia tinha perdido a mão com a história e eu nem me interessei em comprar porque gostei muito de Coração de Tinta e estava com medo de me desgostar da história.

Mas então... Meu namorado me deu a trilogia completa, inclusive o que eu já tinha rs, e resolvi ler.

Imaginem minha surpresa ao descobrir que meu amigo difere bastante de opinião comigo...
Sangue de Tinta é tão incrível quanto Coração de Tinta, eu fiquei encantada com a história e o amadurecimento dos personagens, apesar de achar, muitas vezes que eles são egoístas, não consigo desgostar deles.

Eu tinha muita dificuldade de entender porque a Meggie tem tanto fascínio pelo Mundo de Tinta, mas com o decorrer do livro eu consegui absorver um pouco dos sentimentos dela.

Temos um cenário bem diferente do livro antecessor, dessa vez as criaturas mágicas são mais presentes e assustadoras.

Capricórnio fica no chinelo se comparado a Cabeça de Víbora que me deu bastante medo rs.

Um personagem que apareceu bastante nesse livro foi o Farid que me emocionou muito quando em dupla com Dedo Empoeirado.

Enfim... É um livro que recomendo, mas alerto que apesar de todo o clima de contos de fadas não é uma história feliz. É emocional e intensa.

Fico melosa com o carinho entre o Mo e a Meggie, é muito lindo de ver/ler o amor entre pai e filha e a relação de amizade deles.

Beijos da Nana.

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguir por e-mail

© Letras da Nana - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Mariana Teixeira.
Tecnologia do Blogger.