Início Contato Resenhas Parceiros

25 agosto 2013

Resenha: Emma_ Jane Austen

Título: Emma
Autora: Jane Austen

N° de páginas: 462



O livro é um ótimo exemplo de sagacidade e ironia, típicos da escrita de Jane Austen, e é considerado por muitos como seu romance mais elaborado. A habilidade que a escritora teve ao demonstrar os diversos aspectos da natureza humana de forma bastante realista e afetuosa eleva esta obra a uma sátira brilhante.




Obs: O meu exemplar é uma edição de bolso, como esta da foto acima, mas acredito que em outras edições o livro passe das 600 páginas.


Este é o segundo livro que eu leio da genial Jane Austen. O primeiro foi Orgulho e Preconceito, que acredito ser bastante conhecido.
Quando comecei a ler Emma, não estava muito animada com a história.

Trata-se de uma patricinha do século XX que vive em uma pequena cidade na Inglaterra.
Emma tem tudo o que uma jovem pode desejar. Tem a beleza delicada e modos requintados, a sorte de ter nascido em uma família de posses de forma que sempre há pessoas ao seu redor que fazem de tudo para agradá-la.

A história começa depois que a Srta Tayor se casa e se torna a Sra Weston. Ela era a governanta na casa de Emma e sua melhor amiga, uma vez que, ela perdeu a mãe quando era muito pequena.

Com a perda de sua fiel companheira, Emma se vê só e entediada, nesse meio tempo surge a jovem Hariet que apesar de ter uma condição social muito inferior a de Emma, chama a atenção da jovem rica.

O senhor Knightley que é amigo da família considera a amizade das duas bastante perigosa, mais para Hariet do que Emma, pois ele conhece muito bem o temperamento e personalidade da mesma.

Muitas coisas acontecem desde que Emma tenta adotar Hariet na alta sociedade e mostrar a jovem inocente que ela pode almejar um casamento muito mais proveitoso do que jamais sonhou.

O senhor Knightley mostra-se certo em praticamente todas as suas conjecturas, o que vai fazendo com que Emma esteja quase sempre errada.

O livro é grande e a leitura não é muito simples, pois tem um linguajar muito rebuscado, mas eu super recomendo a leitura.

É muito divertida e eu passei a ter um carinho muito grande pela Emma, apesar de sua falta de modéstia e conclusões erradas, ela quase sempre faz as coisas em prol do próximo enquanto não enxerga as coisas que se tratam dela mesma.

O livro é divertido e mesmo eu não tendo começado a ler muito animada, quando me dei conta estava inventando aos meus amigos que estava tremendamente mal disposta para sair de casa, mas na verdade eu não consegui parar de ler esse livro até que infelizmente cheguei ao fim.


Minha admiração pela Jane Austen cresceu ainda mais com esse livro, Orgulho e Preconceito ainda é o meu favorito da autora, mas Emma com certeza ganhou um cantinho especial no meu coração.

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguir por e-mail

© Letras da Nana - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Mariana Teixeira.
Tecnologia do Blogger.